58ª EXPO Rio Preto começa nesta quarta-feira (29)

A 58ª EXPO Rio Preto 2020-2021 – Edição Especial Julgamentos tem início nesta quarta-feira, 29 de setembro, no Recinto de Exposições “Alberto Bertelli Lucatto”, em São José do Rio Preto. A expectativa de criadores e associações é grande, já que o evento não foi realizado no ano passado devido à pandemia da Covid-19, sendo retomado em 2021 sem a abertura dos portões ao público em geral. Somente criadores e técnicos participarão das atividades da programação, que segue até domingo, 3 de outubro.

O público geral, porém, poderá acompanhar as provas e julgamentos em tempo real, pela internet, nos canais de Youtube da Prefeitura de São José do Rio Preto (www.youtube.com/c/prefriopreto), no canal do Youtube da Brasil Rural TV (www.youtub.com/BrasilruraltvBR) e canal do Youtube da ABCZ TV (www.youtube.com/user/abczuberaba).

A Expo Rio Preto tem coordenação-geral da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento, coordenação institucional da Acirp (Associação Comercial e Empresarial de São José do Rio Preto) e a inédita coordenação das raças zebuínas pela ABCZ (Associação Brasileira dos Criadores de Zebu), além de apoio institucional da Unirp (Centro Universitário de Rio Preto).

Para criadores de bovinos, equinos e ovinos, a EXPO Rio Preto marca um momento de retomada do agronegócio, sediando os primeiros campeonatos oficiais após um hiato de quase dois anos imposto pela fase crítica da pandemia da Covid-19. 

“São José do Rio Preto é responsável por uma das melhores exposições do ranking nacional, tendo como marca uma excelente organização e um parque de exposições impecável, fruto do trabalho da Prefeitura. Essa retomada é abrilhantada por uma parceria inédita com a ABCZ, que é o nosso órgão máximo da pecuária”, destaca Luiz Gustavo Garcia Ribeiro, presidente da Associação Paulista dos Criadores de Nelore (APCN). “A Expo Rio Preto é a mais bem organizada de São Paulo, sendo uma excelente vitrine para o criador”, completa Felipe Cavalcanti, diretor-técnico da Associação de Criadores de Guzerá do Centro Sul.

Cerca de mil animais, entre bovinos e equinos, participam dos julgamentos e provas da exposição neste ano, envolvendo as seguintes raças: Nelore Padrão, Nelore Mocho, Tabapuã, Guzerá, Indubrasil, Simental, Simental Leiteiro, Gir Leiteiro e Girolando, além de Mangalarga Marchador e Mangalarga Paulista. Aproximadamente 80 ovinos das raças Dorper e White Dorper também serão expostos para comercialização.

Para o secretário de Agricultura e Abastecimento, Pedro Pezzuto, esta edição da EXPO Rio Preto será desafiadora, porém muito importante por ser a retomada do maior evento agroempresarial do Noroeste Paulista. “Estamos ansiosos e com ótimas expectativas. A parceria com a ABCZ é a coroação desta retomada com força e muito fôlego”, garante.

Já o presidente da ABCZ, Rivaldo Machado Borges Júnior, destaca que a EXPO Rio Preto será estratégica para a promoção das raças zebuínas nesse momento de controle da circulação do coronavírus, avanço da campanha de vacinação e flexibilização das atividades econômicas. “Vamos mostrar a potencialidade das raças e o comprometimento que temos com o pecuarista na sustentabilidade, geração de renda, a tradição do homem do campo e a responsabilidade com produção de alimentos e segurança alimentar para com nossos parceiros comerciais que demandam carne e leite”.

Torneio leiteiro

Nesta quarta-feira, 29 de setembro, serão realizadas as duas últimas ordenhas do concurso da raça Gir Leiteiro da 58ª Expo Rio Preto, às 6h e 14h. A disputa segue acirrada entre as 20 fêmeas que participam do concurso, que pertencem a criadores de São Paulo, Minas Gerais e Goiás. “O torneio está bastante competitivo. Temos uma vaca adulta que está se despontando, e entre as fêmeas jovens temos duas com uma diferença de 600 gramas uma para a outra. Até o final da disputa tudo pode acontecer”, comenta Fausto Cerqueira, superintendente técnico de exposições da Associação Brasileira dos Criadores de Gir Leiteiro (ABCGIL). “Sempre falo que um torneio leiteiro só é decidido após a última ordenha.”

Até a sétima ordenha, realizada na tarde de terça, 28 de setembro, a Jamaica FIV do Rio Negro, de Roberta Bertin Barros, lidera a categoria Fêmea Jovem (até 36 meses), com a média de 24,960kg de leite. Na categoria Vaca Jovem (36 a 48 meses), a disputa é acirrada entre a RBB Florença, de Roberta Bertin Barros, e a Úrsula FIV Silvania, de Deraldo Borges Carvalho Filho, que têm, respectivamente, a média de 24,296kg e 24,096kg de leite. Na categoria Vaca Adulta (acima de 48 meses), quem lidera é Ostralina FIV do Basa, de Antonio Augusto Carvalho da Costa, com a média de 32,526kg de leite.

Chegada de animais

Até a tarde de terça-feira, 28 de setembro, 698 animais chegaram ao recinto de exposições para provas e julgamentos da Expo Rio Preto. As baias já abrigam 265 animais entre Girolando e Gir Leiteiro, 190 da Nelore Padrão, 33 da Nelore Mocho, 82 da Tabapuã, 69 bovinos da raça Guzerá e 16 da Simental. Também estão no local 43 ovinos.

Serviço
58ª EXPO Rio Preto 2020-2021 – Edição Especial Julgamentos
29 de setembro a 3 de outubro – 8h às 18h
No Recinto de Exposições ‘Alberto Bertelli Lucatto’
Exclusiva para criadores 
www.riopreto.sp.gov.br/expo

Texto: Thecer Comunicação/Assessoria de Imprensa EXPO Rio Preto/Divulgação
Fotos: Marcos Morelli/SMCS/Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *