7 Motivos para você ir ao cinema conferir Cruella, novo live-action da Disney

Você conhece a vilã Cruella de Vil? A história da famosa personagem mundialmente conhecida nos filmes de animação da Walt Disney, “101 Dálmatas” ganhou uma nova versão aos olhos do diretor Craig Gillespie e estreia hoje nas salas do Cine Multiplex do Riopreto Shopping.

Surfando na onda dos anti-heróis das histórias clássicas, como Coringa e Malévola, o novo Cruella apresenta uma nova e diferente visão da vida desse personagem tão irreverente, mostrando o início da sua vida profissional no mundo da moda e como se tornou definitivamente “Cruella”, bem diferente dos filmes protagonizado por Glenn Close em 1996.

Quem dá vida à vilã é a atriz Emma Stone, ganhadora do Oscar de Melhor Atriz em 2017 pelo musical La La Land e conhecida por seus papéis em A Favorita, Zumbilândia e O Espetacular Homem-Aranha, na pele de Gwen Stacy, par romântico do super-héroi. O filme é a grande estreia da semana e aposta definitiva da Disney para o período de férias deste ano.

O Notícias do Bem separou sete motivos do porquê assistir o novo filme da “Cruella” no Cine Multiplex do Riopreto Shopping:

1 – As salas seguirão todas as medidas de segurança previstas no decreto municipal de combate à Covid-19 como 25% da capacidade de público, higienização intensiva nas salas, proibição de consumo de alimentos durante as sessões.

2 – A história se passa em Londres, em meio à revolução punk rock dos anos 70 e não tem relação nenhuma com os Dálmatas, personagens principais na história original escrita por Dodie Smith em 1956.

3 – O elenco principal é um dos grandes destaques, com elogios à Emma Stone, ganhadora de um Oscar e Emma Thompson, dona de dois Oscars e que no filme vive a rival de Cruella, Baronesa.

4 – Inclusive, Thompson conquistou o papel que foi disputado por Nicole Kidman, Charlize Theron e Demi Moore.

5 – Como toda grande produção, o investimento tem um visual fantástico, tanto na fotografia, quanto no figurino, que foi de responsabilidade da também oscarizada Tag: Jenny Beaven* (com dez indicações no grande prêmio do cinema, das quais venceu duas)

6 – Só por ser da Disney já vale os ingressos. O estúdio tem produzido cada vez mais clássicos em live-action, exemplo de Mogli: O Menino Lobo, A Bela e a Fera, Malévola, Cinderela, Aladdin, e o Rei Leão, todos sucesso de bilheteria e crítica.

7- E por último, pela produção do filme, que conta com o mesmo diretor de Eu, Tonya, o mesmo roteirista do Diabo Veste Prada e produção executiva da atriz Glen Close.

Ah, e fazendo as pesquisas para produção deste texto, ficamos sabendo de uma curiosidade, que vale a pena ser compartilhada: A escritora já contou em uma entrevista que a inspiração de Cruella veio quando recebeu a visita de um amigo próximo e que no meio da conversa, ele teria lhe dito que um de seus cães daria um “ótimo casaco”.*

Confira a programação completa com os horários do Cruella no site do Cine Multiplex*

Texto: João Vitor Boni / Notícias do Bem
Fotos: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *