A superação pela arte

Renascer em cena

A superação pela arte

Era uma vez uma garotinha chamada Sofia. Ela era muito criativa e adorava o universo dos livros. Em uma noite, um personagem chamado “ZUMZUMZUM” resolve sair de uma das histórias e leva Sofia para uma viagem rumo ao mundo dos sonhos. Nele, a pequena percebe que ser diferente é normal e que respeitar as pessoas é algo que deve ser praticado todos os dias. Esta é a mensagem da peça “O Mundo dos sonhos”, criado com muito carinho pela Associação Renascer e que será levado ao palco do Teatro Paulo Moura neste sábado, 2 de zembro, às 16 horas, com a participação de 150 alunos e 20 professores da entidade.

AlunosO espetáculo marca o fim do ano letivo da Renascer, instituição rio-pretense sem fins lucrativos que atende 350 crianças, jovens e adultos por ano com deficiência intelectual eou deficiência intelectual e física originada de lesão cerebral ou não, síndrome de down e demais casos relacionados.
A apresentação integra o calendário de mostras pedagógicas de escolas municipais de Rio Preto, realizadas no Paulo Moura com apoio da Prefeitura. As mostras, realizadas já há sete anos, reúnem apresentações esportivas e culturais que foram desenvolvidas ao longo do ano pelas escolas e tem como objetivo aumentar a autoestima das crianças.
De acordo com Reni Trombi, professora da renascer e diretora da peça, o tema escolhido permite a compreensão de que sonhar não só é muito positivo, mas é algo ao alcance de todos. “Queremos reforçar a mensagem do poder contido em nosso universo imaginário e, mais que isso que é possível a concretização dos sonhos através da arte.”

ReniReni conta que o trabalho, permeado de muita emoção e expectativa de pais, alunos e toda equipe da associação, vem sendo com muito carinho há dois meses. “Ensaiamos e desenvolvemos o espetáculo desde setembro. E todas as cenas são pensadas no individual, para que cada aluno se adapte às cenas e consiga realizá-las”, explica a professora.
O carinho pessoal com cada aluno participante leva em consideração o perfil e necessidades individuais. “Os profissionais ensaiam e entram em cena para auxiliarem os alunos que têm mais dificuldades de locomoção e de lateralidade”, diz.
Para Reni, o resultado final é uma lição levada para a vida inteira, como uma fábula que cria vida no mundo real. “Iniciativas como essa transmitem confiança aos alunos e ajudam no desenvolvimento da expressão corporal, melhorando o ritmo, a interação com os colegas, a concentração e a sociabilidade.”


SERVIÇO
Apresentação do espetáculo “O Mundo dos sonhos”, da Associação Renascer.
Quando: Sábado, 2 de zembro, às 16 horas, com a participação de 150 alunos e 20 professores da entidade.

Onde: Teatro Paulo Moura, anexo à Swift

30/11/2017

30/11/2017 14:24

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *