ARTE DE APARTAMENTO

Ator e diretor Jef Teles lança o projeto “Aos que ficaram, por enquanto

“A maior dificuldade dessa pandemia foi a ausência de gente, do convívio presencial. A falta do diálogo com olhos brilhando e suores escorrendo. O que dizer? Pra quem falar?”

Foi partindo dessa narrativa, em busca de respostas para tantas novas perguntas que do ator e diretor Jef Telles criou o projeto “Aos que ficaram, por enquanto”, ganhador do projeto Nelson Seixas 2021 da Secretaria de Cultura de São José do Rio Preto.

O projeto, inquieto e curioso, é composto por fotos minimalistas dentro do apartamento do artista, transformadas em videoartes e, posteriormente, projetadas e mapeadas em paredes específicas. A arte surge de objetos simples do cotidiano como ralos, cinzeiros, lençol, cortina, corredores. Tudo ganha um novo sentido, ampliando os horizontes propostos por Jef.

A investigação abordou as dificuldades criativas de um artista multimídia em confinamento, em meio a grande quantidade de pessoas que não ficaram ou ficarão pra ver o que será do resto de nós. Confira o projeto completo no link https://nucleo2.com.br/portfolio/aosqueficaram/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *