Avalanche de amor e cuidado

SOLIDÁRIO

Avalanche de amor e cuidado

Quando pensamos em Avalanche, automaticamente, na nossa cabeça vem o frio, a neve e montanhas altas e geladas. Em São José do Rio Preto, interior de São Paulo, para cerca de 250 pessoas, a palavra Avalanche tem um significado diferente, um significado especial, que é muito mais quentinho e aconchegante.

AssociacaoMuitos moradores de rua contam os dias para o fim de semana, eles sabem que aos sábados de manhã, os voluntários da Instituição Avalanche, se encontram em frente à praça do ETA – Palácio das Águas, do SeMAE, para oferecer café da manhã e auxílio espiritual. Esse é só um dos projetos realizados pela Associação Avalanche chamado Queda D’agua, que atende cerca de 180 moradores de rua.

A outra parte do projeto acontece no domingo, quando os voluntários buscam os moradores de rua que se inscreveram para participar do projeto em kombis e levam para a sede da Avalanche, que fica na Avenida Dr. Ermâni Pires Domingues, no Jd. Vetorazzo. Na sede eles recebem alimentação, banho, roupas, auxílio espiritual e psicológico. Mas não é só isso, a Avalanche ainda conta com três projetos.

 Com o foco em resgatar crianças e jovens em situações de risco, a Avalanche criou os projetos de Ballet e de Iniciação Musical. No Ballet, meninas de quatro a 22 anos podem participar das aulas, que acontecem na estrutura da Igreja Bola de Neve – uma das grandes parceiras da Associação – aos sábados das 13h às 16h.

A Iniciação musical abrange os instrumentos violão, teclado e bateria. As aulas também acontecem na Igreja Bola de Neve, só que em horários diferentes. Para os interessados em violão ou teclado as aulas acontecem aos sábados, às 14h30 e às 16h. Já as aulas de bateria acontecem nas segundas-feiras, às 19h e às 19h40. Todas as aulas são gratuitas.

O quarto projeto é a Casa Iglu, localizada no Jd. Canaã, onde quatros pessoas são atendidas atualmente. Na casa é oferecida oportunidade de trabalho, moradia, auxílio psicológico e espiritual exclusivamente para pessoas que se encontram em situação de rua.

A Associação Avalanche é mantida por algumas empresas e através de parceriass com micro-empresários e voluntários. “Aceitamos qualquer tipo de doação. Dinheiro, trabalho voluntário, doação de roupa ou de alimento, tudo é muito bem vindo” diz o mentor da Associação Jair Ávila Jr.

A associação Avalanche é a próxima Instituição a participar do Riopreto Shopping Solidário neste fim de semana, do dia 06 a 08 de julho, funcionando na sexta e no sábado, das 10h às 22h e no domingo, das 14h às 20h. Nos estandes eles comercializarão copos e squeezes personalizados. Para saber mais sobre o lindo trabalho realizado pela Avalnache, é só ligar no telefone 17 99259-7111.

Sobre o Riopreto Shopping Solidário

O Riopreto Shopping Solidário é um projeto permanente do Riopreto Shopping que tem como objetivo divulgar instituições que fazem a diferença na comunidade onde atuam, desenvolvendo projetos sociais essenciais nas vidas das pessoas assistidas. Neste ano o Projeto ajudará as seguintes instituições. AFUPACE – Recanto da Tia Marlene (Votuporanga), AMA (Associação dos Amigos Autistas), Amigos da Hippo, Asilo São Vicente de Paulo, Associação Espírita Maria de Nazaré, AVOHB Associação dos Voluntários do Hospital de Base, Cia de Dança Procuru, Clube do Livro, Cursinho Popular Carolina Maria de Jesus, Fraterna, GEAL (Grupo Espírita André Luiz), Hospital de Amor (Hospital de Câncer de Barretos) e Hospital de Amor unidade de Jales, Igreja Bola de Neve – projeto social Avalanche, Instituto As Valquírias, LBV – Centro Comunitário e Educacional da Legião da Boa Vontade, Os Sonhadores (Fernandópolis), Projeto Garotas Brilhantes, Projeto Ioiô Reciclagem de Brinquedos (Cedral), Projeto Pescar, e Raio de Luz (Tanabi).

Texto: João Vitor Boni / Notícias do Bem
Fotos: Hélio Tuzzi / Divulgação

05/07/2018

05/07/2018 13:29

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *