Chuveiros móveis para moradores de rua na Califórnia

BEM NO MUNDO

Programa de organização norte-americana oferece chuveiros móveis para moradores de rua na Califórnia

A organização norte-americana “Think Dignity”, que atua em prol de moradores de rua, pretende, dentro de dois meses, disponibilizar chuveiros móveis para as pessoas desabrigadas de San Diego, California. Em parceria com outras organizações sem fins lucrativos, o programa foi inspirado no Lava Mae, projeto que já existe em São Francisco há mais de um ano e meio. De acordo com a diretora-executiva da “Think Dignity”, Anne Rios, “Eles [os moradores de rua] não têm acesso a coisas básicas que pessoas precisam para manter a confiança e autoestima, como tomar um banho e sentirem-se limpas”.

Além dos banhos, que serão oferecidos em caminhões, o programa irá disponibilizar serviços de cabeleireiros e barbeiros para os desabrigados. Segundo Rios, ainda falta conseguir algumas parcerias para que o projeto seja oficialmente posto em prática. “Queremos encontrar pessoas comprometidas com a causa”, afirma. Ainda segundo ela, embora grande parte dos serviços para os moradores de rua sejam realizados no centro de San Diego, os chuveiros portáteis serão estacionados em locais onde haja necessidade, sem preferência por localização. A organização busca, neste momento, locais de acolhimento.

Lava Mae

A inspiração da “Think Dignity” partiu dos ônibus Lava Mae, que atuam em São Francisco, também na Califórnia. A instituição, fundada por Doniece Sandoval, adquiriu quatro veículos velhos e já realizou as reformas em dois deles. No entanto, os outros devem estar prontos em breve. Segundo ela, os ônibus foram pensados para que os moradores de rua sintam-se valorizados, com projetos especiais que trazem luzes, músicas e ambientes limpos e agradáveis. “Nós desenvolvemos uma coisa chamada ‘hospitalidade radical’. Fizemos algo bonito para as pessoas usarem”, conta.

A aceitação é incrível, segundo Doniece: “Até as pessoas que não suportam os desabrigados entendem o valor do que estamos fazendo e pessoas do mundo inteiro têm nos procurado para conhecer o projeto e desenvolvê-lo em suas cidades”. A ideia surgiu depois de ter ouvido de uma moradora de rua a reclamação de que nunca ficaria limpa, o que a fez refletir sobre a forma como os desabrigados lidam com a higiene. Depois de começar a oferecer os banhos, a fundadora do Lava Mae ouviu comentários inspiradores. “Eles disseram que conseguiram recuperar o senso de dignidade e sentir quem realmente são”, finaliza.

Fonte: San Diego Union Tribune 

Fotos: Think Dignity e Lava Mae

Tradução: João Vitor Boni/ Notícias do Bem

02/03/2016

02/03/2016 14:13

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *