Com edição rio-pretense em novembro, Festival Perfídia recebe inscrições de artistas locais

O Perfídia – Festival de Performances e Novas Mídias, organizado pelos artistas Luciana Ramin e Otávio Oscar, volta às suas origens em 2021, com edição em São José do Preto, primeira cidade a abrigar o evento de arte e tecnologia, no período de 11 a 13 de novembro. Artistas e coletivos da cidade podem se inscrever para participar da programação do Festival Perfídia até o dia 8 de outubro, no site www.plataformaperfidia.com.

O Festival Perfídia é uma mostra de multilinguagem que tem como foco a intersecção entre artes (vídeo, animação, música, performance, teatro, dança, música, imersão, intervenção urbana, interatividade) e as novas mídias (tecnologias da imagem e do som, aparelhos eletrônicos e digitais, sensores, internet e softwares), apostando no hibridismo e na interdisciplinaridade como motor de inovações estéticas.

“A proposta é convocar VJs, DJs, artistas digitais e artistas multimídia que pesquisam as linguagens do vídeo, da animação digital e/ou do som eletrônico para realizar uma residência/ocupação urbana na cidade, através do diálogo entre mídias audiovisuais e sonoras e os espaços públicos, edifícios, histórias, vivências e corpos que habitam Rio Preto”, destaca a artista rio-pretense Luciana Ramin, coordenadora do Festival Perfídia.

vídeo mapping Perfidia

Entre as pesquisas convocadas para esta edição do Festival Perfídia estão: videomapping, VJing, DJ sets, shows, audiovisual ao vivo, live cinema, videoperformances, ações audiovisuais relacionais, áudio e vídeoinstalações, arte sonora, apresentações musicais, intervenções urbanas, arte digital interativa, entre outras ações pautadas pelo hibridismo entre arte e tecnologia.

Para valorizar a cena local e estimular pesquisas em arte e tecnologia em São José do Rio Preto, o evento tem uma categoria exclusiva, o _perfídiaCOLAB, voltado exclusivamente a artistas e coletivos da cidade.

O _perfídiaCOLAB se constitui em uma residência artística para produção de obras inéditas que serão apresentadas na programação do Festival Perfídia, através da colaboração com outros artistas, além da curadoria e equipe técnica do festival. “As obras serão intervenções/instalações urbanas que investiguem tecnologias do vídeo e do som ou poderão ser parte da mostra _perfídiaMAPPING. Não é necessária experiência prévia em pesquisa nessa área, pois essa a categoria é aberta a primeiras experiências”, sinaliza Lucina Ramin.

O Festival Perfídia também envolve as mostras _perfídiaMAPPING (residência artística virtual para produção/adaptação de conteúdos de videomapping em edifícios/empenas da cidade); _videoperformances (performances em vídeo ou registros de performance, entre 1 e 20 minutos); e _perfidinha (programação de arte e tecnologia voltada para crianças de 3 a 12 anos e suas famílias); e _perfídiaMUSIC (festa em espaço urbano, a céu aberto, com discotecagem e projeções de vídeo ao vivo).

Luciana Ramin destaca que, a princípio, o Festival Perfídia está sendo pensado para ser presencial, mas poderá ser adaptado para o formato expositivo ou formato virtual caso haja restrições sanitárias para o período, em virtude da pandemia de covid-19.

O regulamento para a seleção do Festival Perfídia, assim como a inscrição online, está disponível no site www.plataformaperfidia.com.

O Perfídia – Festival de Performances e Novas Mídias foi viabilizado pelo PROAC Expresso Editais, da Secretaria Estadual de Cultura e Economia Criativa e Governo do Estado de São Paulo.

SERVIÇO
Perfídia – Festival de Performances e Novas Mídias
De 11 a 13 de novembro | São José do Rio Preto
www.plataformaperfidia.com
Inscrições de artistas e coletivos até o dia 8 de outubro

Texto: Harlen Félix/Assessoria de imprensa/Divulgação
Foto: Jorge Etecheber/Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *