Concessionária orienta população para evitar entupimentos na rede de esgoto

Conscientização

ESAP orienta população para evitar entupimentos na rede de esgoto

Você sabia que para chegar até às estações de tratamento o esgoto gerado na sua residência passa por um longo caminho por meio das redes coletoras? Essas tubulações têm papel fundamental no escoamento de toda a água utilizada no nosso dia a dia como no banho, na escovação dos dentes, na lavagem de louça e roupas e na descarga do vaso sanitário. Entretanto, a Esap alerta que muitos resíduos sólidos são descartados indevidamente.

VisitaSegundo a gerente operacional da empresa, Mirian Sampaio, são encontrados no tratamento primário das Estações de Tratamento de Esgoto objetos como sacos plásticos, tampas de garrafas PET, brinquedos, pentes, embalagens de produtos de higiene pessoal, entre outros. Hoje, são tratados em Palestina em média 1 milhão de litros de esgoto por dia nas ETE Piau e Duplo Céu.

Uma rede de esgoto entupida pode ocasionar diversos problemas para o bolso e para a saúde da população, pois a obstrução da passagem de água pelo sistema de tubulações pode sobrecarregar os encanamentos causando o rompimento ou até mesmo o retorno da água suja à residência.

“Um dos principais vilões da rede de esgoto é o óleo de cozinha. De acordo com estudos, um litro de óleo tem capacidade de poluir um milhão de litros de água”, ressalta Mirian.

Para atuar de forma preventiva, a Esap divulga uma lista com oito dicas importantes para evitar problemas na rede coletora de esgoto. Confira:

ETE1.  Não jogue papéis, cigarros, cotonetes, absorventes, preservativos, remédios vencidos, restos de comida ou qualquer tipo de lixo no vaso sanitário ou na pia. Essa atitude pode acarretar em entupimentos das vias internas e externas da rede coletora de esgoto,

2.  Deixe os ralos dos banheiros e das lavanderias livres de sujeira,

3.  Toda água que sai da pia da cozinha deve passar pela caixa de gordura. Essa caixa existe para impedir o entupimento dos canos da rede. Mantenha-a sempre bem tampada. Faça a limpeza regularmente e coloque a gordura em um saco plástico para ser jogado no lixo. Gordura é lixo, não esgoto.

4.  Destine corretamente seu óleo de cozinha. Após utilizá-lo, espere esfriar, despeje-o numa garrafa pet e verifique um ponto de coleta na cidade. Assim, o descarte será feito em local adequado e não corre risco de poluir rios e lagos.

5.   A água do tanque também é esgoto, assim como a água do banheiro e da cozinha. Por isso, deve ser lançada na rede esgoto, jamais a céu aberto.

6.  A água da chuva não deve ser lançada na rede de esgoto, pois a mesma não é dimensionada para recebê-la. Quando isso acontece, pode haver extravasamento e contaminação. Ligar água da chuva na rede de esgoto é proibido por lei.

7.  Lembra-se de que produtos como querosene, gasolina e solventes têm efeito tóxico e ainda podem causar explosões na rede de esgoto. 

24/01/2019

24/01/2019 11:26

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *