Disseminando o teatro lambe-lambe, Varanda Teatro promove série de ações formativas gratuitas

Dedicando-se às formas animadas, em especial às máscaras teatrais e ao teatro lambe-lambe, a Varanda Teatro, de São José do Rio Preto (SP), teve inicio, dia 29 de abril, ao projeto “De olho nas [Histórias encaixotadas] Teatro Lambe-lambe”, que compreende uma série de atividades online e gratuitas para todas as idades ao longo de sete meses, até o final de novembro de 2022. Marcando a abertura, às 20h, a artista Fernanda Missiaggia comanda a primeira live da série que revelará o processo de montagem e curiosidades do teatro lambe-lambe, arte que acontece dentro de uma caixa cênica em miniatura e é o foco da programação. A atividade será no Instagram @varandateatro.

Fotografia Histórias encaixotadas – Crédito: Auri Fotografia

A série de lives “Trecos, truques e traquitanas” contará ao todo com quatro encontros para mostrar o funcionamento das caixas de teatro lambe-lambe. As outras ações do projeto são a disponibilização no YouTube da Varanda de dois vídeos tutoriais, um de teatro lambe-lambe de sombras com materiais recicláveis e outro de teatro de papel com caixa de sapato, para fazer em casa, a partir de 1º de maio até 30 de novembro; e uma oficina online de teatro lambe-lambe de papel para educadores e pessoas interessadas sem experiência, dias 24 e 26 de maio, com início das inscrições na sexta (29), via formulário online. Ministrando as lives, além de Missiagia, estarão os lambe-lambeiros e integrantes da Varanda João Darte (29 de junho) e Guilherme Hernandes (31 de agosto), e a multiartista argentina Gabriela Céspedes (28 de setembro).

Fotografia Histórias encaixotadas -Crédito: Auri Fotografia

“Nosso foco, com o projeto, é a construção da diversidade artística do teatro de formas animadas, em especial do teatro lambe-lambe, ainda tão pouco explorado no interior do Estado de São Paulo”, afirma Darte, também pesquisador e diretor do grupo, acrescentando que a iniciativa busca ainda fortalecer o reconhecimento da linguagem como arte nacional. “Trata-se de uma linguagem genuinamente brasileira, presente em outros 30 países, onde alcançou grandes feitos”, diz ele, citando o maior festival de teatro lambe-lambe, o Festilambe, realizado em Valparaíso, Chile, e a formação universitária em “Teatro de Títeres y Objetos con especialidad en Teatro Lambe-lambe”, na Universidad del Chaco Austral, Argentina.

O projeto foi contemplado pelo ProAC Nº 03/2021, categoria Teatro / #CulturaEmCasa – Filmagem e licenciamento sem exclusividade de espetáculos para exibição online, da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo.

Outra ação, com data a ser definida, é a disponibilização, de graça, da versão online do espetáculo “[Histórias encaixotadas] Teatro Lambe-lambe” na plataforma #CulturaEmCasa. Composto por quatro histórias interligadas pelo tema “o homem e a sociedade”, o trabalho é inspirado em obras dos seguintes artistas plásticos: o brasileiro Goeldi (1895-1961), o belga René Magritte (1898-1967), o espanhol Pablo Picasso (1881-1973) e a brasileira Tarsila do Amaral (1886-1973).

O teatro lambe-lambe

Fotografia Histórias encaixotadas – Varanda Teatro – Crédito: Auri Fotografia

Linguagem criada pelas bonequeiras brasileiras Denise di Santos e Ismine Lima em Salvador (BA), em 1989, o teatro lambe-lambe é uma caixa cênica em miniatura onde são encenados espetáculos de teatro de animação de curta duração, geralmente assistidos por uma pessoa por vez. Com o auxílio de fones de ouvido e um tocador de mp3, o espectador acompanha a narrativa através de um pequeno buraco e espia um universo em miniatura com iluminação, cenário e manipulação de bonecos, objetos ou sombras, ou seja, um ambiente com todas as sensações que o teatro tradicional proporciona.

A arte é inspirada pelos fotógrafos lambe-lambe, pois utiliza como sala de espetáculos uma estrutura parecida com o equipamento desses profissionais, também conhecidos como fotógrafos de praça.

SERVIÇO:
Projeto “De olho nas [Histórias encaixotadas] Teatro Lambe-lambe”, com Varanda Teatro

Série de lives: Trecos, truques e traquitanas
Dia 29 de abril, sexta, 20h, com Fernanda Missiaggia
Dia 29 de junho, quarta, 20h, com João Darte
Dia 31 de agosto, quarta, 20h, com Guilherme Hernandes
Dia 28 de setembro, quarta, 20h, com Gabriela Céspedes
Onde assistir: Instagram @varandateatro
Grátis

Vídeo tutorial: Teatro Lambe-lambe de Sombras
De 1º de maio a 30 de novembro
Onde assistir: https://bit.ly/YouTubeVarandaTeatro
Público alvo: adultos e crianças acompanhadas por um adulto
Grátis

Histórias encaixotadas – Crédito: Auri Fotografia

Vídeo tutorial: Teatro de Papel com Caixa de Sapato
De 1º de maio a 30 de novembro
Onde assistir: https://bit.ly/YouTubeVarandaTeatro
Público alvo: adultos e crianças acompanhadas por um adulto
Grátis

Oficina online: Teatro Lambe-lambe de papel para educadores
Com lambe-lambistas do grupo Varanda Teatro
Dias 24 e 26 de maio, das 19h às 22h
Onde: plataforma Zoom
Público-alvo: educadores de Apaes, educadores em geral e pessoas interessadas sem experiência com teatro lambe-lambe
Inscrições: de 29 de abril a 23 de maio, pelo link https://forms.gle/E9kRGtkJrC8pfuYe8
Vagas: 60
Seleção: primeiros inscritos
Grátis

Materiais necessários: 2 caixas de papelão (tamanhos variados); papéis ou retalhos de tecidos coloridos para revestir a caixa; vareta de bambu ou de qualquer material; fita adesiva; cola quente; tesoura; estilete; lápis de cor (ou qualquer material para colorir); e papel cartão (ou acartonado, como os de embalagens de alimentos e de sabão em pó).


Texto: Graziela Delalibera / Divulgação
Fotos: Auri Fotografia / Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *