Esap e Sanessol orientam população sobre obstruções nas tubulações

ÁGUA E ESGOTO

p e Sanessol orientam população sobre obstruções nas tubulações

ETEConcessionárias de Mirassol e Palestina alertam sobre a importância das redes coletoras para o sistema de esgoto

As redes coletoras são responsáveis por levar o esgoto gerado nos imóveis por meio do uso da água para banho, limpeza de roupas, de louças e descarga do banheiro, até às estações de tratamento de esgoto. 

Para evitar obstruções nessas tubulações, é preciso a conscientização da população para ficar atenta em relação ao descarte incorreto de resíduos na pia e no vaso sanitário como óleo de cozinha usado, papeis, fios de cabelo e embalagens. Esses materiais entopem a rede, podendo gerar extravasamentos nas ruas da cidade e, até mesmo, retorno nas residências.

ChuvaOutro ponto de atenção são as águas pluviais. A água de chuva nunca dever ser direcionada à rede coletora de esgoto. A ação sobrecarrega a tubulação provocando seu rompimento. 

As redes cruzadas acontecem quando o imóvel não possui ligações separadas: uma para água da chuva conectada à galeria pluvial e outra exclusivamente para o esgoto destinado às estações de tratamento. Esses casos são considerados ligações clandestinas e prejudicam a população e o meio ambiente. As águas de chuva lançadas diretamente nas redes de esgoto causam extravasamentos nos poços de visitas, com deslocamentos dos tampões, podendo provocar acidentes e mau cheiro.

oleoAlém das orientações acima, é importante higienizar a caixa de gordura do imóvel com periodicidade. Para limpar, é necessário usar uma máscara e luva, abrir a tampa do recipiente com uma chave de fenda, tirar o resíduo da cesta de limpeza e lavar o local com esponja, água e sabão. No último ano, foram realizadas cerca de 300 desobstruções pela equipe da Sanessol.

23/05/2019

23/05/2019 11:20

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *