Evento que celebra o Hip-Hop começa nesta quarta Sabotage é um dos homenageados

Cultura Hip-Hop em ação

Evento que celebra o Hip-Hop começa nesta quarta Sabotage é um dos homenageados

As pickups vão girar em mil rotações. Também vai rolar muito breaking, locking e popping. E o protesto surgirá nas cores do graffiti. A poesia rascante da periferia vai ecoar mais alto. A partir desta quarta-feira, 23 de agosto, o som “das quebrada” vai invadir Rio Preto com o Hip-Hop em Ação.

No melhor estilo do que preconiza um de seus maiores representantes, Afrika Bambaataa – “Façam seus corpos remexerem, socializem, desçam, deixem sua alma te guiar” – a cidade será tomada por seis dias de intenso movimento nesta que é a 7ª edição do evento. Destes seis dias, cinco terão atividades abertas ao público em três locais de Rio Preto.

A abertura será na Fundação Casa de Mirassol. Na ocasião, os quatro elementos que compõem a cultura hip-hop (rap, DJ, break e graffiti) serão apresentados durante uma palestra. A iniciativa faz parte de um dos objetivos desta grande celebração da cultura de rua, que é a sua difusão a todos os públicos. Este é o único item da programação cuja entrada é restrita a pessoas autorizadas.

SabotageAinda nesta quarta-feira tem o Cine em Ação, com a exibição do filme “Maestro do Canão”, sobre o rapper paulistano Sabotage. A obra, que faz referência direta à comunidade onde o rapper morou e foi assassinado, tem comentários de Alien Man, produtor de vídeos de rap de Rio Preto. Começa às 19h30, no Centro Cultural Manoel Antunes – avenida Promissão, 472, bairro Eldorado, na região norte.

Na quinta-feira, dia 24, é noite de Rock Master Party, tradicional festa paulistana que ganha sua versão rio-pretense no Sesc Rio Preto, a partir das 19h30. A festa será animada pelos DJs Bepo, MF e André Rock Master, idealizador dessa verdadeira ode ao Hip-Hop, que tem como intuito reunir os dançarinos em um espaço onde os mesmos possam trocar ideias, movimentos e criar um ambiente de confraternização entre eles. Ra isso, é claro, foi preparada uma line-up de primeira.

Duas atividades acontecem na sexta-feira, dia 25. Primeiro, às 17 horas, no Sesc Rio Preto, está programado um workshop de customização de jaquetas, a cargo do artista e grafiteiro Wagner Wagz, de Florianópolis. E a partir das 19h30 tem Sarau Urbano, edição Hip-Hop em Ação, no Centro Cultural Vasco – rua São João, 1840, bairro Boa Vista. Além de discotecagem, vai rolar também o espetáculo “Fluxo”, que aborda questões de mobilidade urbana.

b-boyNo sábado, dia 26, a programação inicia pela manhã. Às 10 horas, no Sesc Rio Preto, tem a continuação do workshop de customização de jaquetas, e muito mais. Também tem workshop de breaking, com o b-boy premiadíssimo Pelezinho, workshop de vídeo com Alien Man e workshop de beat maker com Leonardo Benfa.

Na sequência, acontece o bate-papo “Linha de Frente”, que vai reunir mulheres de diversas áreas de atuação, que vão conversar sobre o papel feminino no mundo atual. Vão compor a mesa Fernanda Peixe, Andrea Capeli, Luciana Pequim, Tida Vernucci, Michelle Monte Mor, Graziela Nunes e Joseane Teixeira.

Pra encerrar o sabadão, discotecagem com DJ Míria, de São Paulo. E no domingo, 27, o Cursinho Alternativo abriga a batalha de breaking 2×2. A competição vai reunir dançarinos de todo o Estado e será comandada pelo b-boy Pelezinho. O som fica por conta da banda Funk Pala. Durante o evento fotógrafos convidados promovem o Click em Ação. As fotos serão usadas em uma exposição.

Pra contemplar o graffiti, artistas disputam quem faz a melhor assinatura na Batalha de Tags.

Vai ter também food truck, barber shop, estande de street wear e workshops. Na Área 1 tem breaking, com os DJs Casper Back Spin e Bepo.

Hip-Hop em Ação

O evento, realizado no mês de aniversário do início da cultura hip-hop, tem como objetivo contribuir com a formação de adeptos e de levar informação para quem deseja um primeiro contato.

O Hip-Hop em Ação tem coordenação-geral da professora Luciana Pequim, b-boy Ricka Back Spin e o artista de graffiti Edson Ramos na produção, e apoio do Sesc Rio Preto, Cursinho Alternativo e Centro Cultural Vasco.

Antes realizado em um fim de semana, a partir de 2016 o calendário do Hip Hop em Ação foi expandido para seis dias. Segundo Ricka, foi uma forma encontrada para alcançar um público maior e oferecer mais opções aos interessados.

“Ficou muito restrito em apenas um fim de semana. Nos últimos anos, a produção de conteúdo ligado ao hip hop em Rio Preto cresceu muito. Somos um celeiro de artistas, com grandes nomes e muito a transmitir. E essa é a função do evento, fazemos para contribuir para a formação, com o intuito de expandir o conhecimento dos que já estão inseridos e de trazer novos adeptos”, disse Ricka.

texto: Marival Correa / Notícias do Bem
fotos: Ricardo Boni / Notícias do Bem

21/08/2017

21/08/2017 14:52

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *