Festival do Sesc Rio Preto homenageia a viola caipira

Instrumento musical que faz parte da cultura popular do interior paulista, a viola caipira é reverenciada pelo Sesc Rio Preto. Na próxima quinta-feira, dia 16, começa a programação do festival No Braço da Viola, que reúne exposição, shows e oficinas.

O festival tem início com o lançamento da exposição “Nos Braços do Violeiro”, que tem curadoria assinada por João Carlos Villela. A exposição apresenta as páginas originais do livro “A Viola Encarnada: moda de viola em quadrinhos”, de Yuri Garfunkel. Uma seleção especial de originais é exposta emoldurada em dez quadros de 50 x 35 cm, enquanto as demais páginas são encadernadas num grande livro artesanal, acessível ao público.

O autor do livro “A Viola Encarnada” participa do primeiro show do festival do Sesc Rio Preto, ao lado de Fábio Miranda. A apresentação também será nesta quinta-feira, dia 16, às 16h, na comedoria da unidade do Sesc, seguida do show “Violeiras fora da caixa”, às 17h30, com a participação de Fabiola Beni, Letícia Leal e Marina Ebbecke.

Show ‘Violeiras fora da caixa

Boa parte da programação do festival No Braço da Viola é de graça. Haverá cobrança de ingresso apenas para as apresentações que serão realizadas no teatro do Sesc Rio Preto: Adriana Farias (18/06), Ivan Vilela (25/06), Levi Ramiro (26/06), Pereira da Viola (2/07) e Ricardo Vignini e Zé Helder (3/07). Os valores variam de R$ 9 a R$ 30.

Ícone cultural

A viola caipira é considerada um dos ícones da música popular brasileira. Sua origem está conectada à cultura árabe, com a chegada dos mouros na península ibérica e, por sua vez, em Portugal.

A viola é antecessora do violão e descendente do alaúde. O instrumento desembarcou no Brasil durante a colonização portuguesa. “Na época em que se deu início ao processo de exploração e colonização do Brasil, tinha grande popularidade na música da corte portuguesa e na do povo, além de também ser utilizada pelos jesuítas para o trabalho de catequese, exercendo funções na Igreja dentro do projeto da Companhia de Jesus de evangelizar os indígenas. Por isso que o vemos tão presente nas mais diversas esferas geográficas brasileiras”, explica o músico Ivan Vilela em um artigo publicado em 2010.

As violas passaram a ser fabricadas com madeiras rústicas brasileiras, como o pinho e o jacarandá, e assim nasceu a viola caipira. Além do tamanho menor, em comparação ao violão, a viola é um instrumento singular pelo posicionamento das cordas: dez delas conectadas aos pares, resultando em cinco parelhas. A afinação da viola também é um quesito a parte, envolvendo muitas lendas e narrativas de violeiros e violeiras.

No Braço da Viola – Programação completa

16 de junho (quinta-feira)
14h – Abertura da exposição ‘Nos braços do violeiro’. Grátis
16h – Show ‘A viola encantada’, com Yuri Garfunkel e Fabio Miranda. Grátis
17h30 – Show ‘Violeiras fora da caixa’, com Fabiola Beni, Letícia Leal e Marina Ebbecke. Grátis

17 de junho (sexta-feira)
15h – Oficina ‘Narrativa de HQs a partir de modas de viola’, com Yuri Garfunkel. Grátis

18 de junho (sábado)
15h – Oficina ‘A viola caipira nas festas do interior’, com Enúbio Queiroz. Grátis
21h – Show de Adriana Farias. Ingressos: de R$ 9 a R$ 30

Musica – Paulo Freire

19 de junho (domingo)
16h – Show ‘Viola contadeira’, de Paulo Freire. Grátis

23 de junho (quinta-feira)
21h – Show ‘São Paulo Caipira’, de Osni Ribeiro. Grátis

24 de junho (sexta-feira)
21h – Show da dupla Rodrigues Viola & Henrique (participação de Miler & Fernando). Grátis

25 de junho (sábado)
21h – Show de Ivan Vilela. Ingressos: de R$ 9 a R$ 30

Musica – Ivan Vilela

26 de junho (domingo)
10h – Oficina ‘Técnicas de Construção da Viola de Cabaça’, com Levi Ramiro. Grátis
18h – Show ‘No braço da viola’, de Levi Ramiro. Ingressos: de R$ 9 a R$ 30

30 de junho (quinta-feira)
20h – Show de Enúbio Queiroz (participação de Gustavo Paulluci e Junior Crestani). Grátis

2 de julho (sábado)
21h – Show ‘Prosa mineira’, de Pereira da Viola. Ingressos: de R$ 9 a R$ 30

3 de julho (domingo)
18h – Show ‘Moda de Rock III’, com Ricardo Vignini e Zé Helder. Ingressos: R$ 9 a R$ 30
10h – Oficina ‘Narrativa de HQs a partir de modas de viola’, com Yuri Garfunkel. Grátis

SERVIÇO
Festival No Braço da Viola
De 16 de junho a 3 de julho
Sesc Rio Preto (Av. Francisco das Chagas Oliveira, 1333)
Mais informações: https://www.sescsp.org.br/unidades/rio-preto/
É obrigatório o uso de máscara e a apresentação de comprovante de vacina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *