FIT RIO PRETO TRAZ 15 ESPETÁCULOS COM ENTRADA GRATUITA

Público poderá acompanhar 34 apresentações espalhadas por diversos pontos da cidade como teatros, praças e parques

O Festival Internacional de Teatro de São José do Rio Preto (FIT Rio Preto) traz em sua programação 15 espetáculos com entrada gratuita, de diferentes gêneros, estéticas e formatos, entre nacionais e internacionais. Ao todo, o público poderá ver 34 apresentações com acesso grátis espalhadas por diversos pontos da cidade como teatros, praças e parques.

Realizado pela Prefeitura Municipal de São José do Rio Preto e pelo Sesc São Paulo, em 2022 o FIT Rio Preto acontece de 21 a 30 de julho, chegando aos 53 anos de história e sua 20ª edição internacional após lacuna de dois anos sem edições por conta da pandemia da covid-19.

Abertura e encerramento

Jacksons do Pandeiro foto Renato Mangolin

A atração de abertura, dia 21 de julho, quinta-feira, às 20h, no Anfiteatro Nelson Castro (Parque da Represa-Lago I), é uma das que o público poderá assistir gratuitamente e sem necessidade de retirar ingresso. Trata-se do espetáculo Jacksons do Pandeiro, da companhia Barca dos Corações Partidos (Rio de Janeiro), musical que presta homenagem ao cantor, compositor e multi-instrumentista paraibano Jackson do Pandeiro (1919-1982).

Outro grande espetáculo, a ópera Pagliacci (Palhaço), nova montagem da obra de Ruggero Leoncavallo (1858-1919), da Cia. de Ópera de São Paulo, também é gratuita. Em sessão única, será apresentada em 30 de julho, sábado, às 21h, no Teatro Municipal Paulo Moura, no encerramento do festival.

2 Fuego Rojo – Foto Lorena Ojeda Sepulveda

Internacional

Fazendo sua estreia no Brasil dentro da programação do FIT Rio Preto, a peça internacional Fuego Rojo, do Colectivo La Patogallina (Chile), estará entre os trabalhos que ganharão as ruas da cidade, com acesso gratuito e sem necessidade de retirar ingresso. A obra é inspirada na trilogia Memórias do Fogo, do escritor uruguaio Eduardo Galeano (1940-2015), que se constitui em um painel poético, histórico, épico e fantástico da América Latina pré-colombiana até os dias de hoje. Sessões dias 28 de julho, às 19h, no Anfiteatro Nelson Castro, no Parque da Represa, e 30 de julho, às 19h, na ECO Santo Antônio.

Mais teatro na rua

Além de Jacksons do Pandeiro e Fuego Rojo, mais quatro montagens nacionais e duas de Rio Preto são de rua. É o caso de Sinapse Darwin, do grupo Casa de Zoé, de Natal (RN), encenado em uma estrutura autônoma de luz, som e palco para falar da trajetória de Charles Robert Darwin (1809-1882). A peça terá sessão única, dia 27 de julho, quarta, 21h, na Represa Municipal, em frente ao Complexo Swift de Educação e Cultura.

Elagalinha foto Lara Diniz Divulgação

Já o premiado Elagalinha, da Cia Bendita (São Paulo), fábula moderna que busca discutir o conceito da educação, usando do humor e da filosofia, fará três sessões: dias 25, segunda, 16h30, no Jardim Suspenso do Terminal Urbano; 26, terça, 19h, na Praça Matriz São Sebastião, no Distrito de Talhado; e 27, quarta, 19h, no CEU das Artes Aristides dos Santos.

Coletivo teatral rio-pretense com 15 anos de história, a Cênica participa com a peça de rua Virado à Paulista, musical em formato de cortejo que fala das origens do samba em São Paulo. Também com três apresentações: dias 28, quinta, 16h30, em frente ao AME, na Represa Municipal; 29, sexta, às 19h, na praça do Centro de Iniciação Esportiva Deva Pascovicci (CIE), dos bairros Lealdade e Amizade; e 30, sábado, às 11h, na Praça Rui Barbosa.

Instalação

Edifício Cristal foto Alex Ramirez

Já a gaúcha Cia. In.co.mo.de.-te trará para o FIT Rio Preto outro trabalho que poderá ser conferido de forma gratuita, Edifício Cristal, uma instalação que reproduz a vida e suas emoções durante o isolamento social imposto pela pandemia da covid-19. O grupo criou uma cristaleira cenográfica que abriga diversas histórias curtas, encenadas em pequenos apartamentos. O trabalho ocupará durante todo o período do evento o saguão da Biblioteca Pública Municipal Dr. Fernando Costa, sem necessidade de retirar ingresso. A participação é de um espectador por vez.

Para todas as idades

Dom Quixote foto Marcelo Villas Boas

Todas com entrada franca, as peças infantis e infantojuvenis, com classificação livre e para toda a família acompanhar, serão levadas para o palco do Teatro do Sesi em duas sessões cada, sempre 15h e 19h. Entre as obras, estão as peças Dom Quixote, premiada adaptação da Cia. Um de Teatro, de São Paulo, do clássico do espanhol Miguel de Cervantes (1547-1616), e Piquenique, coprodução das companhias fluminenses Teatro Independente e Pequeno Teatro.

Na primeira, o personagem atemporal que dá título à obra é o interno de um hospício (interpretado por Hércules Morais), um homem apaixonado por livros que decide se tornar um cavaleiro andante para ajudar as pessoas a vencerem as opressões do mundo, ao lado, claro, de seu fiel escudeiro, o enfermeiro Sancho Pança. Piquenique, por sua vez, acompanha de forma poética e divertida a trajetória da protagonista Greta, interpretada pela atriz Carolina Pismel, uma jovem que se opõe à opressão de um tirano dono de uma fábrica de canhões, atuado por Paulo Verlings, que amedronta toda a cidade.

Distribuição de ingressos

Para a ópera Pagliacci, no Teatro Municipal Paulo Moura, bem como para as peças no Teatro do Sesi, uma parte dos ingressos será disponibilizada online no dia anterior à apresentação, a partir das 11h, no site fitriopreto.com.br. É necessário ter cadastro no Portal do Sesc. Já os ingressos presenciais serão distribuídos no local, com uma hora de antecedência.

O festival

Ao longo de seus 10 dias de programação, o FIT Rio Preto contemplará um total de 31 espetáculos, sendo cinco internacionais, que irão ocupar 20 locais com 65 sessões. O evento oferecerá ainda 17 ações formativas e reflexivas, e 34 intervenções artísticas, shows e performances no Graneleiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *