Sanessol responde perguntas relacionadas à tarifa de água e esgoto

Por que eu preciso pagar pelos serviços de água e esgoto? Como é composta a tarifa? Todo mundo paga o mesmo valor? Esses são alguns questionamentos recorrentes.

Pensando nisso, para esclarecer as dúvidas dos moradores de Mirassol, a Sanessol, empresa do Grupo Iguá e Aviva Ambiental, responde alguns pontos importantes nesta reportagem. “Manter um canal aberto de diálogo com os clientes faz parte do nosso negócio. Estamos sempre à disposição para atender a todos os moradores do município”, explica o diretor operacional da concessionária, André Scanavini.

1.    O que é a tarifa de água e esgoto?

É uma cobrança a ser paga em decorrência da utilização de um tipo de serviço. Tudo que consumimos tem um valor, não é mesmo? Com a água é assim também.  As regras que regem o saneamento básico estão previstas na Lei 9.433/97, conhecida como Lei das Águas e na Lei nº 14.026/2020, Novo Marco Legal do Saneamento Básico. O Decreto 7.217/10, que regulamenta a Lei nº 11.445/2007, estabelece que essas atividades sejam mantidas pela arrecadação de tarifas, definidas por categorias de usuários e faixas de consumo.

2.    Como esse custo é aplicado em Mirassol?

Para compor esse valor são levados em conta itens como energia elétrica, custos de insumos necessários para o funcionamento dos sistemas de água e esgoto, equipamentos de segurança individuais; compra e manutenção de peças, salários da mão de obra, combustível, investimentos na ampliação das redes e aplicação de tecnologia. Confira o que a Sanessol já fez em Mirassol no link https://igua.com.br/sanessol/noticias. A composição do preço da tarifa está dentro do contrato de concessão e é destinada para os investimentos realizados pela concessionária na cidade.

3. Todo mundo paga o mesmo valor?

Não, cada pessoa tem um custo de acordo com o seu hábito. Quanto mais água é consumida, maior será a conta no final do mês. Além dessa quantidade, também existe a classificação das faixas de clientes dividida em: comercial, industrial, pública, residencial e residencial social. Em todos os casos, existem tabelas com o detalhamento dos valores estabelecidos que podem ser checados no link https://igua.com.br/sanessol/informacoes-para-voce).

Importante: Atualmente, quase metade dos moradores da cidade (45%) paga pela tarifa mínima de 0 a 10 metros cúbicos de água por mês, ou seja, R$ 48,784.

4.    Muita gente acha que os recursos hídricos estão disponíveis no meio ambiente de graça para serem usados pelas pessoas no dia a dia. Isso é real?

Não é verdade. A água é retirada de duas formas: por meio de poços localizados em pontos estratégicos e da captação do rio São José dos Dourados. Neste último caso, ela passa por um sistema de coagulação, decantação e filtração na Estação de Tratamento de Água para eliminar as impurezas e, depois, é desinfectada e fluoretada, assim como o fluido que vem dos poços. Tudo isso envolve um trabalho contínuo e muito investimento.

Para garantir os altos padrões de qualidade, são realizadas cerca de 1,5 mil análises físico-químicas e bacteriológicas, todos os meses, medindo aspectos como presença de cloro, flúor, pH, turbidez e cor e análises coliformes. Os resultados atendem às exigências do Ministério da Saúde e podem ser conferidos pela população no site www.igua.com.br/sanessol/qualidade.

Você também pode acompanhar esses índices de qualidade mensalmente por meio de sua fatura.

5.   De que forma a conta é calculada?

Todos os meses, os leituristas da Sanessol realizam as medições por meio dos hidrômetros. A fatura entregue para cada morador é referente ao que se gastou em um mês. Nesta conta são detalhadas todas as informações sobre o consumo, assim como os serviços de internet, luz,

Quer saber mais? Acesse o site www.igua.com.br/sanessol. Qualquer dúvida, os moradores podem entrar em contato pelos canais de atendimento 0800 775 0195, WhatsApp (17) 99634-2559, utilizar webchat no site da concessionária ou ir até à loja de atendimento que fica na Rua João Caetano Mendonça de Almeida, 2005, no bairro São José.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *